Terça-feira, 20 de Março de 2007

Ele

Acho que estou apaixonada.
Falarei dele pois.
Eu não gosto dele. Não de como ele se apresenta. Parece loucura, quem sabe, mas acho que não. E não tem nada a ver com aquela coisa de que os opostos se atraem, longe de mim, acho que somos parecidos e diferentes. Ele gosta de meninas com tatoo e piercing, eu nunca colocaria nenhum dos dois no meu corpo!!!! Na verdade, acho que não faço o tipo dele.
E isso me estimula e me faz gostar de tudo isso.
Ele faz o meu tipo, esse é o meu tipo, esses caras que não gostam de mim. Mas que de tanta persistência minha, acabam se tornando dependentes sem querer. Não é maldade.
Ele... não sei mais o que posso falar dele, ele ainda é um pequeno mistério sarcástico para mim. Vamos ver aonde isso vai dar.
Shy
sinto-me:
publicado por bonecadepapel às 17:41
link | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 16 de Março de 2007

Eu

Estou de volta à mim pois, mas hoje, por mais que eu desejasse o contrário, nada foi como eu planejei um dia. Estava lá, o e-mail do ser que tanto já me significou, ele dizia que havia sofrido um acidente, e a hipótese de tê-lo perdido não me causou medo.
Estou confusa, como posso depois de tanto carinho e afeto dedicado à uma pessoa, tratar a possibilidade de perda dessa forma tão fria? Estava eu, já pela manhã angustiada, mas isso não justifica a falta de temor que me sucedeu! Depois de tê-lo com tanto afeto por tantos meses, e sofrer tanto, como posso não considerá-lo? E nem alívio por não tê-lo perdido senti. Nem um friozinho na barriga pra conforto geral, nenhum sentimento se manifestou.
Será que já o esqueci? Esqueci tudo o que tivemos e já vivemos?
E descobri que já não quero voltar um dia a ficar junto com ele novamente. Quero excluí-lo de minha vida? Não sei o que quero e essa indecisão me consome, me consome e me esgota, me esgota e me mata. E eu sofro. Não por ele, por mim, e isso me incomoda, e é o que tanto me faz mal.
Já existem pessoas que me despertam mais preocupações do que ele, pessoas que conheci há um mês, pessoas com as quais nem converso tanto, nem conheço tanto...
Acho que estou começando a desgostar, dele, acho que meu ser o está expulsando para que não sofra mais por ele. Acho que é instinto, e faço isso para poder continuar a viver. E minha vida não depende mais tanto dele, como um dia já dependeu.
Shy
sinto-me:
tags:
publicado por bonecadepapel às 18:56
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 15 de Março de 2007

Voltei

Passaram-se dias em que nada em minha mente se formava. Nenhuma frase, nenhum consolo. Posso dizer pois que superei, superei essa dor que tanto me fazia mal. Não posso afirmar contudo que ela curou-se, seria mentira. E mentira, não me ajuda em nada agora.
O que me ajuda agora, é escrever, escrevo em qualquer lugar, qualquer frase simples cheia de significados que não entendo, e ai ela me cofunde e eu choro. Nenhuma frase, repito, nenhuma que eu entenda.
Minhas lágrimas cessaram, não por outro, cessaram por se cansarem de correr. Lágrimas que mais pareciam ácido, pois queimavam o coração. Este parou, não de bater, não consigo controlar a mecanica dele, parou de bater por sentimentos. Resiguina-se a desempenhar sua função primordial, e isso me satisfaz.
Invento que me interesso por alguém, e tudo fica ai, na imaginação, que no meu caso, é melancólica. Quase completo um mês em que passo por essa experiência, decido agora que basta. Minha solidão já não merece tanta atenção e paro agora de lamentar e passo a viver intensamente.
Quem lê o que escrevo por companhia de minha tristeza, desculpe-me, terá agora que se acostumar com minha vida sem saber o que esperar encontrar quando meus textos for ler.
Shy
publicado por bonecadepapel às 15:16
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2007

carnaval

"carnaval, carnaval

eu fico triste

quando chega o carnaval"

sinto-me:
tags:
publicado por bonecadepapel às 16:18
link | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2007

Festas

Carnaval:

Voltando as origens.

Shy

sinto-me: bem
música: Homem primata
tags:
publicado por bonecadepapel às 14:13
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007

pshi!

Deixo hoje o silêncio falar por mim:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Shy

sinto-me:
tags:
publicado por bonecadepapel às 19:17
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

definir-se

É tão difícil... pensar na pessoa que você ama, e saber que a decepção que ela sente em relação à você é tão ampla quanto o amor que você sente por ela.
Ele não entende realmente, não entende o porque pelo o qual me separo dele. E sabe o que mais? Azar! Já deixei bem claro quais são meus motivos e meus objetivos, se ele não entende ou não quer entender, eu não posso fazer nada.
Cansou-me já ficar me desgastando com essa relação, me esforçando para que tudo acabe bem, quando ele não quer que acabe. Cansei, e isso me diz agora. Ficar me lamentando pelo estrago causado, pelos erros cometidos quando há muito mais no mundo para se fazer.
Não que não tenha importância, na verdade tem e muita. Mas acho que a cota para o sofrimento, pelo menos o meu, acabou. Que fechem-se as cortinas, o show já acabou.
Shy
sinto-me:
tags:
publicado por bonecadepapel às 18:59
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2007

uma história para relembrar

Nos conhecemos num dia quatro de maio. Foi na aula de redação. Eu estava fazendo careta, e ele, bem, ele estava me observando. Quando percebi que era observada, olheio-o e ri. Expliquei que me sentia como um paciente esperando o resultado importantíssimo de um exame médico. Ele concluiu, e riu.
A partir de então, começamos a frequentar aulas extras juntos, estudar juntos, debater e tudo o mais. Um dia, entre outros, fomos nós prestar um vestibular sem motivo algum em uma cidade próxima a nossa, pegamos juntos o ônibus com mais uns amigos. Fomos todos juntos, e ficamos sonolentos juntos, ansiosos juntos.
Já no fim da tarde, voltamos, agora eu e ele sentados juntos mas separados dos outros. Compartilhávamos da mesma tranquilidade quando ele alegou ter sono e encostou no meu ombro a sua cabeça. Passados minutos ele pegou minha mão, e assim ficamos, até que em algum momento ele se ajeitou e olhou para algum lugar mais a frente. E eu, ousadamente, dei-lhe um beijo, no rosto.
Ele olhou-me então, e devolveu-me o beijo, porém seus lábios vieram procurar conforto nos meus e assim, numa noite de 4 de junho, foi que tudo começou, que nós começamos. No começo mantivemos segredo, que durou por uma semana, eramos discretos, mas não inotáveis.
A partir dai, todos começaram a pegar no nosso pé, o casal 20 do colégio.Passados seis meses de namoro, ele se formou, eu me formei. E a faculdade me trouxe para cá, e o deixou por lá.
 E aí começou a angustia que me envolve.
Shy
sinto-me:
tags:
publicado por bonecadepapel às 18:11
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007

quando disse que iria chorar

Quando disse para mim, em algum dia de novembro, que eu iria chorar, quase nao acreditei, mas nao podia revidar, pois sei que era verdade. Afinal chorei, e ainda irei chorar. Por amor, acredite-me ou nao, foi esse o motivo de minha magua. Sofrer ja tem agora um significado mais claro para mim.

Quando começamos sabia que iria terminar, ele era muito perfeito para mim, e nossa relação era muito perfeita para nós. Outro dia conto nossa história... Ela foi tão mágica... mas na verdade que nos cerca não há mágica alguma. Sofri e sofro pois. Foi ontem, quando tudo aconteceu.

Ele me perguntou se estava tudo bem, respondi que não. Ele me perguntou o porque e nao pude mais resistir e falei o que tano me martirizava. Ele não gostou, e quase nem acreditou, disse-me que não parecia eu quem estava falando, e eu chorei. Terminar uma relação cheia de momentos por algum ressentimento é difícil, quando não há ressentimento entao, é pior ainda.

E o mais dificil é que eu realmente gosto dele, e é para o nosso bem, como casal, que faço o que faço. E eu o adoro tanto. Não sei se ele conseguirá um dia entender minhas razões, mas é por pura sensatez que faço isso, mesmo que cause a dor que sinto.

Estou triste, triste por dentro.

Shy

sinto-me:
tags:
publicado por bonecadepapel às 14:11
link | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 11 de Fevereiro de 2007

solidão

Posso ser solitária, mas somente quando sei que há um motivo justo, pois do contrário não vale meu sofrimento. Posso ser solitária quando sei que não estou só sozinha. Posso ser solitária, quando a solidão é justificativa mútua para uma saudade, do contrário não posso ser solitária.

Pode pois, parecer egoismo e no fundo de meu coração sinto que é, pois é disso que se trata solidão, amar e não poder ter o amor, o ser amado. E se sofro de solidão só, prefiro não sofrer entao.

E é por isso também que deixo quem deixo, quando há alguém para socorrer-te da solidão só, há ainda uma variação de situação, alguém que te suporta e entende seus motivos, mas chorar para ninguém não é o que eu preciso, e não é o que vou ter.

Como pensei a pouco, não quero chorar por amor, quero chorar por paixão, pois paixão cedo ou tarde, cura. Amor são vestigios para sempre, são máguas para sempre, tristezas para sempre, arrependimento e talvez, até  odio.

Não digo pois, que não quero nunca amar e nunca chorar por tal, digo sim, que hoje sendo como sou, quero uma paixão, não preciso sofrer por amor, não ainda. O que quero e tendo dizer, é que existe uma razão logica para minhas atitudes, não sei se consigo explicar ou se alguém consegue entender, mas o importante é que falo, não pra quem deveria, mas vou chegar lá.

Shy

sinto-me:
publicado por bonecadepapel às 03:14
link | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Ele

. Eu

. Voltei

. carnaval

. Festas

. pshi!

. definir-se

. uma história para relembr...

. quando disse que iria cho...

. solidão

.arquivos

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Diário de um amor que se ...

blogs SAPO

.subscrever feeds